Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de janeiro de 2020, 15h55

Após demissão de Roberto Alvim, Secretaria de Cultura exclui vídeo nazista das redes

Alvim foi demitido após fazer uma fala baseada em um discurso de Goebbels, ministro da Propaganda na Alemanha nazista

Foto: Reprodução

O vídeo em que o ex-secretário Roberto Alvim faz discurso adaptado do ministro nazista Joseph Goebbels foi excluído do Twitter oficial da Secretaria da Cultura.

Alvim foi demitido nesta sexta-feira (17) após ser criticado pelo teor nazista do seu discurso. Horas depois, o vídeo foi deletado da zona oficial da Secretaria no Twitter, aonde, agora, a última publicação é um post feito na tarde de quinta-feira (16).

Repúdio da embaixada alemã 

O vídeo de Roberto Alvim com plágio do ministro nazista Joseph Goebbels gerou grande repercussão e não foi ignorado nem pela Embaixada da Alemanha no Brasil, nem pela principal agência alemã de notícias.

Através do Twitter, a representação alemã no país publicou uma nota curta, mas com conteúdo claro, dizendo que “o período do nacional-socialismo é o capítulo mais sombrio da história alemã, trouxe sofrimento infinito à humanidade. A Alemanha mantém sua responsabilidade. Opomo-nos a qualquer tentativa de banalizar ou mesmo glorificar a era do nacional-socialismo”.

A agência de notícias oficial Deutsche Welle também não ficou alheia à questão, e fez uma matéria sobre a polêmica gerada pelo vídeo em que Alvim reproduz o discurso do ministro nazista para defender a arte bolsonarista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum