Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de dezembro de 2019, 20h22

Assessor da presidência da Funai é contra demarcação de terras indígenas

Durante entrevista em 2015, Cláudio Badaró afirmou ser contra a delimitação de terras indígenas na Paraíba reivindicadas, à época, por representantes da etnia potiguara

Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O governo de Jair Bolsonaro não se contenta em escolher um presidente da Fundação Palmares que quer acabar com o movimento negro. O assessor direto da presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai) é contra a demarcação de terra indígenas.

Cláudio Eduardo Badaró é responsável por acompanhar pesquisas, levantamentos sobre o tema e as demarcações propriamente ditas. Durante entrevista em 2015, ele afirmou ser contra a delimitação de terras indígenas na Paraíba reivindicadas, à época, por representantes da etnia potiguara, de acordo com informações do blog de Matheus Leitão, no G1.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Antropólogo, Cláudio Badaró, foi convidado, na oportunidade, pela Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa) para coordenar um estudo sobre a historicidade dos povos potiguara na região.

“Grupos sertanejos”

“Há uma ressurgência de um grupo específico de indígenas potiguaras nessa região. Nós procuramos compreender a trajetória histórica pré-colombiana desses povos, mas não encontramos elementos que fundamentam a tradicionalidade desses povos aqui. O que nós encontramos nessas comunidades foi uma tradição de grupos sertanejos”, disse Badaró.

Indigenistas da Funai dizem que ele atuou em outros processos similares, que contribuíram para a e emissão de pareceres contrários à criação de novas demarcações.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum