Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de setembro de 2018, 08h20

Bactéria encontrada em cateter adia alta de Bolsonaro para o fim de semana

A medida é uma precaução. Candidato ainda deverá receber antibióticos pela veia nos próximos dias

Bolsonaro no Hospital. Foto: Instagram

O cirurgião Antônio Luiz Macedo informou, no fim da tarde desta quinta-feira (27), que por conta de um cateter infectado, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) não deve receber alta do hospital Albert Einstein nesta sexta-feira (28), como era previsto. A expectativa é de que ele receba alta entre sábado (29) e domingo (30).

A medida é uma precaução, pois os médicos encontraram uma bactéria em um cateter que foi retirado ontem do abdômen do candidato e ele ainda deverá receber antibióticos pela veia nos próximos dias. “Mas sem repercussão para ele”, declarou Macedo. O médico explicou que a bactéria identificada foi um germe simples de pele, de “fácil tratamento”.

Bactérias da pele, tanto do próprio paciente, como do profissional que o manipula, podem contaminar o cateter. Sempre que o acesso é retirado, os hospitais fazem exames na ponta do equipamento, que fica em contato com o sangue, para saber se ela está contaminada.

A nota foi assinada pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, pelo clínico e cardiologista Leandro Echenique e pelo diretor superintendente do hospital, Miguel Cendoroglo. Pouco antes da divulgação, Bolsonaro informou ao UOL que deveria ser liberado na sexta-feira.

Com informações do UOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum