Bolsonaro compara agressão ao Nordeste a chamar repórter do Valor de feia

Ao perguntar se o ataque ao povo nordestino poderia atrapalhar reforma da Previdência, Bolsonaro surpreendeu a repórter Isadora Peron: "Pelo amor de Deus, né. Se eu te chamar de feia agora, acabou o mundo. Todas as mulheres vão estar contra mim"

Publicidade

Tentando minimizar as críticas que tem recebido após a polêmica em que aparece sendo xenofóbico com a população do Nordeste, o presidente Jari Bolsonaro relacionou o fato com a possibilidade de chamar a repórter Isadora Peron, do Valor Econômico, de “feia”.

Ao perguntar se a polêmica poderia atrapalhar a tramitação da reforma da Previdência na Câmara, já que a bancada nordestina é forte, Bolsonaro descartou e fez uma comparação que surpreendeu a repórter. “Pelo amor de Deus, né. Se eu te chamar de feia agora, acabou o mundo. Todas as mulheres vão estar contra mim”, disse o presidente, segundo Peron.

Em repúdio ao áudio captado em conversa com Onyx Lorenzoni em que Bolsonaro chama os nordestinos de “Paraíba” em tom xenofóbico, governadores do Nordeste lançaram carta que pode repercutir nas bancadas estaduais.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR