Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de abril de 2019, 07h27

Bolsonaro decreta fim das faculdades de Filosofia e Sociologia: “Objetivo é focar em áreas que gerem retorno imediato”

Enquanto os filhos - e ele próprio - são doutrinados pelo "filósofo" Olavo de Carvalho, Bolsonaro decreta fim dos estudos de humanas alegando que a educação deve servir para ensinar "leitura, escrita e a fazer conta e depois um ofício que gere renda para a pessoa"

Bolsonaro e o "filósofo" Olavo de Carvalho (Arquivo)

Enquanto os filhos – e ele próprio – são doutrinados pelo “filósofo” Olavo de Carvalho, Jair Bolsonaro (PSL) decretou pelo Twitter, na manhã desta sexta-feira (26), o fim dos investimentos federais nas faculdades de Filosofia e Sociologia. Segundo ele, o ministro da Educação, Abraham Weintrab quer “descentralizar” investimento no ensino das duas áreas para “focar em áreas que gerem retorno imediato ao contribuinte, como: veterinária, engenharia e medicina”.

Ministro da Educação: “Pode estudar Filosofia? Pode. Com dinheiro próprio”

Para Bolsonaro, os estudos de humanas não “respeitariam o dinheiro do contribuinte” e a educação deve servir para ensinar “leitura, escrita e a fazer conta e depois um ofício que gere renda para a pessoa”.

A função do governo é respeitar o dinheiro do contribuinte, ensinando para os jovens a leitura, escrita e a fazer conta e depois um ofício que gere renda para a pessoa e bem-estar para a família, que melhore a sociedade em sua volta.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum