#Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de junho de 2019, 13h10

Bolsonaro demite presidente dos Correios porque “agiu como sindicalista”

O general Juarez Aparecido de Paula Cunha, presidente dos Correios, esteve no Congresso e fez críticas ao processo de privatização da empresa

Foto: YouTube

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira, 14, durante café da manhã com jornalistas, que vai demitir o presidente dos Correios, general Juarez Aparecido de Paula Cunha, porque “foi ao Congresso e agiu como sindicalista”.

O presidente dos Correios esteve no Congresso, no último dia 5 de junho, quando fez críticas ao processo de privatização da empresa. Segundo o jornal Gazeta do Povo, na ocasião, o presidente dos Correios disse: “Eu não queria falar de privatização, até porque não é problema meu, se privatizarem uma parte dos Correios, eu acredito que vai ser do lado bom, o que tirar daqui vai faltar lá. E quem vai pagar essa conta? Esse alguém será o Estado brasileiro ou o cidadão brasileiro que paga imposto. É um negócio complicado.”

O discurso vai na contramão do próprio governo. Bolsonaro foi quem determinou a venda da empresa.

O general Juarez Aparecido de Paula Cunha assumiu a estatal ainda no governo do ex-presidente Michel Temer, quando a empresa estava sob o guarda-chuva do ex-ministro das Comunicações, Gilberto Kassab.

Com informações do Estadão

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum