“Bolsonaro deu uma rasteira no sistema financeiro”, diz Eduardo Moreira sobre intervenção na Petrobras

Para o economista, mudança na presidência da estatal representa um novo "componente de incerteza" em uma economia que já incerta

O economista Eduardo Moreira afirmou em entrevista ao Fórum Onze e Meia, nesta segunda-feira (22), que a decisão do presidente Jair Bolsonaro em mudar a presidência da Petrobras representou uma “rasteira” no sistema financeiro. O grupo faz parte da base de apoio do mandatário.

Leia também: Membro de conselho da Petrobras diz que intervenção de Bolsonaro “pode parar na Justiça”

“Bolsonaro joga uma nova componente de incerteza em uma economia que é uma das mais incertas do mundo. Bolsonaro dá uma rasteira em um grupo importante apoiador seu, o sistema financeiro, que tinha como seu representante o presidente da Petrobras”, disse o economista sobre a mudança na estatal.

Além disso, segundo ele, a decisão também “enfraquece” e “humilha” o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Ao longo dos próximos dois anos, nós vamos viver uma sequência de ‘apagar incêndios’ por parte de Bolsonaro para tentar salvar uma popularidade que cada vez mais vai diminuir”, opina Moreira.

Na sexta-feira (19), Bolsonaro demitiu Roberto Castello Branco do comando da estatal e nomeou o general da reserva Joaquim Silva e Luna para o cargo. O militar faria dois anos no cargo de diretor-geral da Itaipu no próximo dia 26.

A troca no comando da Petrobras aconteceu depois de Bolsonaro criticar o aumento sucessivo nos combustíveis, em política comandada pela Petrobras. O titular do Planalto estava incomodado com a pressão popular por causa dessas altas. Neste ano, já foram anunciados quatro aumentos, o último na última quinta-feira (18).

Contudo, para Eduardo Moreira, a mudança não necessariamente vai garantir a queda de preços – inclusive o do Diesel. O controle dos preços é uma das principais demandas dos caminhoneiros, que já realizaram diversas greves pelo país como forma de pressionar o governo.

Confira a entrevista completa:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR