Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de agosto de 2019, 13h20

Bolsonaro irá vincular Coaf ao Banco Central para livrar órgão do “jogo político”

Para Bolsonaro, medida busca isentar órgão do "jogo político", pois "tudo onde tem política, mesmo sendo bem-intencionado, sempre sofre pressões de um lado ou de outro"

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) declarou nesta sexta-feira (9) que o governo avalia tirar o Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia e passá-lo ao Banco Central. A intenção de Bolsonaro é livrar o órgão do “jogo político” que, para ele, “tudo onde tem política, mesmo sendo bem-intencionado, sempre sofre pressões de um lado ou de outro”.

O órgão, que atua em conjunto com outras instituições – como a Receita Federal, a Polícia Federal e o Banco Central -, tem como principal objetivo a identificação de operações suspeitas a auxiliar no combate a crimes, como lavagem de dinheiro. O caso mais polêmico envolvendo o órgão no governo de Bolsonaro foi com a identificação pelo Coaf de movimentações atípicas do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. No entanto, o presidente do STF decidiu suspender as investigações do caso por entender que o Coaf não poderia ter compartilhado essas informações com promotores sem prévia autorização judicial.

Segundo Bolsonaro, estando no Banco Central, o Coaf teria condições de fazer o seu trabalho sem qualquer suspeição de favorecimento político”.

A mudança ainda precisa do aval do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. As declarações foram dadas em entrevista à imprensa em frente ao Palácio da Alvorada. O presidente da República estava com o ministro Sergio Moro, que o acompanha na cerimônia de promoção de oficiais generais no Planalto ainda durante a manhã.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags