Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de dezembro de 2019, 20h32

Bolsonaro termina primeiro ano de mandato com aprovação menor que FHC, Dilma e Lula

Somente Michel Temer e Itamar Franco chegaram ao fim do primeiro ano com reprovação maior que a do atual presidente

Foto: Marcos Corrêa/PR
Com apenas 30% de aprovação, o presidente Jair Bolsonaro chega ao fim de seu primeiro ano de governo com a pior avaliação desde o governo de Fernando Henrique Cardoso, com exceção apenas de Michel Temer e Itamar Franco. Em seu primeiro ano de mandato, FHC possuía 41% de aprovação, seguido por Luiz Inácio Lula da Silva, com 42%, e Dilma Rousseff, com 59%. Os dados são de pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (8).
Somente Michel Temer (MDB) e Itamar Franco chegaram ao fim do primeiro ano com reprovação maior que a de Bolsonaro. Um ano após o golpe contra Dilma, Temer era reprovado por 61%.
A pesquisa também revelou que, para 39% da população, a imagem do Brasil no exterior piorou um ano depois que Jair Bolsonaro assumiu a Presidência. Outros 25% dizem que o prestígio do país ficou igual e 31% afirmam que ele melhorou.

A percepção do entrevistados pelo Datafolha é bem próxima à realidade. Pesquisa da Imagem Corporativa, publicada em maio, feita no primeiro trimestre com 1.822 reportagens de grandes veículos de imprensa de onze países revelam que 73% delas eram negativas, seja pelo acidente em Brumadinho, pelo presidente desconectado das pautas do século XXI ou ainda pela economia em retração.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum