Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de dezembro de 2019, 15h14

#BolsonaroTraidor: apoiadores se revoltam com Bolsonaro após sanção do pacote anticrime

Nas redes sociais, internautas acusam o presidente de ter traído o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao manter o juiz de garantias - uma emenda de Marcelo Freixo - na sanção do pacote anticrime

Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: Divulgação/MJSP)

Apoiadores – ou agora ex-apoiadores – estão revoltados com Jair Bolsonaro. Na noite desta terça-feira (24), o presidente sancionou a lei do pacote anticrime de Sérgio Moro, com vetos a 25 itens do texto que foi aprovado pelo Congresso. A manutenção de um dos pontos do projeto, no entanto, desagradou muitos que, até então, eram seguidores leais do capitão da reserva, que nesta quarta-feira (25), subiram a hashtag #BolsonaroTraidor.

Isso porque um dos itens do texto mantidos por Bolsonaro é aquele que cria o juiz de garantia – uma emenda do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ). O chamado juiz de garantias tem a função de deliberar a respeito de decisões tomadas durante a investigação, antes da instauração de um processo criminal. O intuito é que ele assegure que os direitos individuais do investigado sejam preservados.

Para parte da base que apoia Bolsonaro, trata-se de uma traição do presidente ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, que esperava que o presidente vetasse o item que não constava no texto original enviado ao Congresso.

Um dos primeiros a encampar tag #BolsonaroTraidor foi o youtuber bolsonarista Nando Moura. “Você que está revoltado por Bolsonaro sancionar a emenda do FREIXO na véspera de Natal (Traindo o Sérgio Moro) que vai transformar o país em um mar de IMPUNIDADE. Suba a tag:“, escreveu.

A hashtag #BolsonaroTraidor atingiu o topo dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil.

Confira, abaixo, algumas reações.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum