sábado, 31 out 2020
Publicidade

Carlos Bolsonaro diz que ONGs “vagabundas” planejam panelaço contra seu pai na ONU

Vereador acusou as organizações de operar suposto "movimento orquestrado" contra seu pai e sugeriu uma investigação

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi às redes sociais na noite desta segunda-feira (21) para acusar Organizações Não Governamentais (ONGs) de “orquestrar” um protesto contra seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, no dia em que ele discursa na 75ª edição da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).

No Twitter, o vereador chamou as ONGs de “vagabundas” e mostrou irritação com uma possibilidade de panelaço durante o discurso, que acontece nesta terça-feira (22), por volta das 10h.

“Todas as ONGs vagabundas se organizando nas redes sociais para orquestrar panelaço contra o Presidente amanhã em seu discurso para a ONU. Este tipo de MOVIMENTO ORQUESTRADO jamais será investigado e nem será motivo de inquérito, óbvio! O LÍDER ELEITO DA NAÇÃO é alvo”, escreveu no Twitter.

Por conta da pandemia do coronavírus, o discurso de Bolsonaro será exibido em vídeo que já foi gravado na semana passada. Nem isto, no entanto, deve afastar um novo vexame internacional do presidente. Seu discurso deverá tratar da questão ambiental, em função das queimadas na Amazônia e no Pantanal, mais uma vez se eximindo de responsabilidade.

A família do presidente já possui um histórico de ataques às ONGs. Em seu discurso na ONU do ano passado, por exemplo, Bolsonaro criticou as entidades ao dizer que ONGs tratam índios como “homens das cavernas”.

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.