Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de maio de 2019, 23h23

Carlos Bolsonaro x General Santos Cruz: mais um capítulo de uma guerra suja

Uma mensagem que circulava em grupos de Whatsapp de aliados de Olavo de Carvalho foi divulgada, indicando que Santos Cruz estaria envolvido em renovação de contrato da Apex com o Sindicato da Indústria Audiovisual de São Paulo

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A verdadeira guerra suja envolvendo Carlos Bolsonaro e Olavo de Carvalho de um lado e os militares do governo de Jair Bolsonaro do outro ganha novos contornos.

Uma mensagem que circulava em grupos de Whatsapp de aliados do astrólogo e “guru” da família do presidente foi divulgada publicamente.

O texto indica que o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo, estaria envolvido em renovação de contrato da Apex com o Sindicato da Indústria Audiovisual de São Paulo.

A mensagem diz, ainda, que este envolvimento seria um dos supostos “contratos espúrios” firmados por gestões anteriores que Letícia Catelani, funcionária demitida da Diretoria de Negócios da Apex, que afirma ter resistido a pressões para renovar esses contratos.

As declarações de Letícia vão ao encontro do que vem dizendo Olavo de Carvalho, que acusa o general Santos Cruz de “tráfico de influência”.

No final do mês de março, a funcionária teria recebido uma mensagem do general Roberto Escoto, à época chefe de gabinete do embaixador Mario Vilalva, que presidia a Apex. No texto, Escoto dizia que Vilalva havia recebido uma ligação de Santos Cruz, determinando a renovação do contrato.

“O ministro solicitou que a Apex resolva essa questão impreterivelmente hoje até 1200hs”, escreveu. Letícia não teria respondido a mensagem.

Foto: Reprodução


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum