Fórum Educação
26 de abril de 2020, 07h51

Celso de Mello deve deferir abertura de inquérito para investigar Bolsonaro nesta segunda-feira

A Polícia Federal, que está no centro da confusão, terá que cumprir as diligências entre o ex-ministro da Justiça e o presidente da República

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello deve deferir, na segunda-feira (27), a abertura de inquérito que apura possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) denunciados pelo ex-ministro Sergio Moro. Em seguida, o relator deverá marcar diligências.

De acordo com uma fonte da coluna de Míriam Leitão no STF, agora tudo dependerá da velocidade de investigação, da dinâmica dos depoimentos e apresentação de provas, o que depende tanto do ministro relator quanto da Procuradoria-Geral da República que pediu a abertura de inquérito.

A Polícia Federal, que está no centro da confusão, terá que cumprir as diligências entre o ex-ministro da Justiça e o presidente da República.

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro, ao sair, acusou Bolsonaro de tentativa de interferência na PF. O presidente, ao se defender, confirmou que queria um diretor-geral da PF com quem pudesse interagir e dele receber relatórios sobre investigações em andamento.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum