Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de agosto de 2019, 10h36

Chanceler Ernesto Araújo nega aquecimento global: “Fui a Roma e estava frio”

Em reunião com os diplomatas do Itamaraty, o ministro das Relações Exteriores voltou a negar o aquecimento global, desta vez de forma mais explícita

Foto: Arthur Max/MRE

Em reunião com os diplomatas da Secretaria de Assuntos de Soberania Nacional e Cidadania, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, voltou a negar o aquecimento global, desta vez de forma mais explícita, e usou uma experiência pessoal como prova cabal.

“Não acredito em aquecimento global. Vejam que fui a Roma em maio e estava tendo uma onda de frio enorme. Isso mostra como as teorias do aquecimento global estão erradas”, contou, para espanto geral, segundo Guilherme Amado, da Revista Época. “Isso a imprensa não noticia”, completou.

O comentário veio após um diplomata do Departamento de Meio Ambiente do Itamaraty fazer uma exposição de um relatório sobre o tema a cerca de 60 outros membros da chancelaria.

Em maio, Araújo já se manifestou sobre o tema em comissão da Câmara dos Deputados. O seguidor de Olavo de Carvalho afirmou que o aquecimento global é uma manipulação política para impedir o avanço do agronegócio no Brasil. No dia 25 de julho, a diplomacia brasileira enviou, pela primeira vez, representantes para reunião de instituto conhecido como o principal patrocinador do chamado “negacionismo climático”.

O Brasil, que já foi referência mundial em políticas climáticas, hoje é bastante criticado no cenário internacional e corre o risco de sair do Acordo de Paris, de 2015, por iniciativa de Araújo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum