No rastro do óleo do Nordeste
08 de novembro de 2019, 11h20

Cineasta acusa Joice Hasselmann de plágio de vídeo feito para Alckmin

Joice usou as mesmas imagens da obra original, mas trocou a frase "não é na bala que se resolve" por "não se combate violência com flores". Cineasta pede indenização de 46 mil

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) enfrenta mais uma acusação de plágio, desta vez envolvendo uma peça criada para a campanha presidencial de Geraldo Alckmin. A acusação parte do cineasta Sergio Mastrocola, responsável pelo vídeo. A deputada usou as mesmas imagens da peça nas redes sociais, mas trocou a frase original “não é na bala que se resolve” por “não se combate violência com flores”.

No vídeo, além da frase final, uma rosa atravessa e quebra vasilhames rotulados de “criminalidade”, “falta de segurança” e “violência”. O cineasta contou que passou meses tentando irar a montagem do ar, mas, sem sucesso, decidiu entrar com o processo contra a deputada.

Em 31 de outubro, a juíza Regina de Oliveira Marques, da 5ª Vara Cível de Santo Amaro, determinou uma audiência de conciliação, ainda sem data. “Não haverá acordo, pois a ideia veio de uma campanha, se não me engano, inglesa”, rebate Gustavo Guedes, advogado da deputada.

“Independentemente da criação do roteiro, eu realizei essa filmagem extremamente complexa, e ela usou meu trabalho sem o meu consentimento, além de tê-lo modificado”, afirma Mastrocola, que pede uma indenização de 46 mil reais.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum