Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de julho de 2019, 12h35

Comissão de Direitos Humanos inicia nesta quinta visita à Alcântara (MA)

Parlamentares querem acompanhar de perto a situação das famílias de quilombolas e os possíveis impactos do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), firmado pelos Governos do Brasil e dos Estados Unidos, em março deste ano

Deputados e autoridades indicadas pela Câmara dos Deputados iniciam, nesta quinta-feira (4), a diligência à cidade de Alcântara (MA). A viagem, coordenada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), acontece para que os representantes do colegiado acompanhem de perto a situação das famílias de quilombolas e os possíveis impactos do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), firmado pelos Governos do Brasil e dos Estados Unidos, em março deste ano.

A programação incluirá a visita a duas comunidades de quilombolas, uma delas remanejada na década de 1980 (Agrovila), e outra comunidade do litoral maranhense.

Na sexta-feira (5), pela manhã, parlamentares se reúnem com integrantes da sociedade civil local. À tarde, será realizada audiência com o Governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, no Palácio dos Leões, em São Luís.

Membro da CDHM, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) tem defendido o estreitamento do debate com a população maranhense e afirma que a tramitação do AST representa uma chance de passar a limpo dívidas com as comunidades da região.

“É preciso que se faça uma limpeza dos passivos que já tardam quase três décadas e aqueles que já levam mais tempo que isso. Precisamos fazer um bom debate para que possamos ajudar o Brasil a entrar, de maneira clara e soberana, neste importante mercado internacional”, defendeu.

Ainda integram a comitiva os parlamentares Helder Salomão (PT-ES), presidente da CDHM, Bira do Pindaré (PSB-MA), além da procuradora federal dos Direitos Humanos, Deborah Duprat e Hilton Araújo de Melo, procurador da República no Maranhão.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum