#Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de outubro de 2019, 17h56

CPI do BNDES tem relatório final aprovado sem indiciamento de Lula e Dilma

O texto do relator Altineu Côrtes (PL-RJ) pedia o indiciamento, mas o deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, encaminhou alterações no relatório, por meio de destaques

Foto: Ricardo Stuckert

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (22), o texto-base do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES. Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff não foram indiciados.

O texto do relator Altineu Côrtes (PL-RJ) pedia o indiciamento pelo Ministério Público dos ex-presidentes e dos grupos empresariais Odebrecht e seus diretores, Emílio e Marcelo Odebrecht; e J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS. Solicitava, ainda, o indiciamento de ex-ministros, ex-presidentes do BNDES, servidores públicos e funcionários do banco.

Acordo

O deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, encaminhou alterações no relatório, por meio de destaques.

O parecer de Côrtes também chegou a pedir o indiciamento dos ex-presidentes, mas, para obter um acordo, o relator retirou os dois nomes e de outras nove pessoas. Caso contrário, a CPI seria arquivada.

No início da reunião, deputados do PSDB e do PSL tentar a reinclusão de Lula e Dilma.

Entre os deputados que defenderam a reinclusão dos nomes de Lula e Dilma no relatório estão o presidente da CPI, deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), e os deputados Sanderson (PSL-RS) e Paula Belmonte (Cidadania-DF).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum