Damares Alves contrata profissionais para atuarem no programa de abstinência sexual

A ministra afirmou, no começo do ano, que a abstinência sexual era uma política pública em construção pelo governo, causando grande polêmica

Três profissionais foram selecionadas pela equipe da ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, para trabalharem no desenvolvimento do chamado “Plano Nacional de Prevenção Primária do Risco Sexual Precoce e Gravidez de Crianças e Adolescentes”.

O longo enunciado é o nome oficial do programa que prega abstinência sexual entre jovens e o retardamento da iniciação sexual de adolescentes.

Damares afirmou, no começo do ano, que a abstinência sexual era uma política pública em construção pelo governo, causando grande polêmica.

As três, escolhidas entre 62 candidatos, vão atuar nas áreas jurídica, de saúde e educação da pasta.

Com informações da coluna de Lauro Jardim

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR