Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de novembro de 2019, 18h45

Defesa de Lula diz que TRF-4 fez julgamento político

"Hoje nós vimos argumentos políticos sendo  apresentados ao invés de argumentos jurídicos. Todos recorreram a argumentos, a posições políticas e a questão do direito ficou desprezada", declarou o advogado Cristiano Zanin

Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (27), o advogado Cristiano Zanin afirmou que o TRF-4 cometeu novas ilegalidades no julgamento desta quarta-feira (27) e usou argumentos políticos para confirmar a condenação e aumentar a pena do ex-presidente Lula.

“Hoje nós vimos argumentos políticos sendo  apresentados ao invés de argumentos jurídicos. Todos recorreram a argumentos, a posições políticas e a questão do direito ficou evidentemente desprezada”, declarou Zanin, que também destacou que o TRF-4 realizou um atropelamento, julgando os recursos do Ministério Público neste processo antes de outros 1941 que estariam na fila para entrar em pauta no tribunal.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

O advogado ainda afirmou que não restam dúvidas de que o processo não é legítimo. “É uma perseguição, não tenho dúvida. […] É uma decisão que foge de qualquer parâmetro jurídico. É um caso evidente de “lawfare” com o uso perverso e estratégico para fins de perseguição política”, disse.

Estratégia

A defesa ainda não definiu estratégia e vai aguardar o acórdão da decisão ser publicado. “É preciso aguardar o acordão para ver se o recurso será apresentado nos tribunais superiores ou aqui no TRF-4. A nossa atuação será com foco na total nulidade do processo devido aos inúmeros vícios que foram confirmados hoje”, destacando a suspeição do ex-juiz federal Sérgio Moro e da juíza Gabriela Hardt.

Zanin também afirmou que a decisão foi uma afronta ao Supremo Tribunal Federal (STF). “Em dois aspectos: primeiro, o Supremo acolheu um recurso para definir que a análise de delações do Sítio de Atibaia deve ser feita pela Justiça Federal de São Paulo. Em segundo lugar, porque a decisão de hoje é incompatível com o posicionamento do STF, em duas oportunidades, que é necessário dar à defesa dos co-réus delatados a oportunidade de falar após os co-réus delatores”, avaliou.

Assista à coletiva:

Entrevista no TRF4

Posted by A verdade de Lula on Wednesday, November 27, 2019

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags