sábado, 31 out 2020
Publicidade

Demissionário do gabinete de Chico Rodrigues, da propina nas nádegas, Léo Índio pede emprego

Enquanto aguarda o retorno de parlamentares bolsonaristas sobre o novo emprego, Léo Índio aproveita para fazer campanha para o primo, Carlos Bolsonaro, distribuindo santinhos nos stories de seu Instagram

Horas depois de ser orientado a pedir demissão do gabinete de Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo no Congresso flagrado com dinheiro nas nádegas em uma ação da Polícia Federal, Léo Índio disparou whatsapp para parlamentares da base do governo dizendo que estava desempregado.

O recado, segundo coluna de Bela Megale, na edição deste sábado (17) do jornal O Globo, foi entendido pelos parlamentares bolsonaristas como um pedido de emprego.

Sobrinho de Jair Bolsonaro (Sem partido-RJ), Leonardo Rodrigues de Jesus tinha no gabinete de Chico Rodrigues o cargo “SF02”, um dos mais altos do Senado, com salário de R$ 22.943,73 mensais.

Enquanto aguarda o retorno de parlamentares bolsonaristas sobre o novo emprego, Léo Índio aproveita para fazer campanha para o primo, Carlos Bolsonaro, distribuindo santinhos nos stories de seu instagram na manhã deste sábado (17).

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.