segunda-feira, 28 set 2020
Publicidade

Deputado bolsonarista pede que PF investigue Fátima Bernardes por apologia às drogas

Um dos aliados mais próximos do clã Bolsonaro no Rio de Janeiro, o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) entrou nesta segunda-feira (6) com notícia-crime na Polícia Federal pedindo abertura de investigação contra a apresentadora Fátima Bernardes, da TV Globo, por apologia às drogas.

No dia 23 de dezembro, a cantora Ludmila apresentou no programa matinal Encontro, apresentado por Fátima Bernardes, a música Verdinha.

No ofício encaminhado pelo deputado ao diretor da PF, Maurício Valeixo, ele faz críticas a apresentadora por mostrar em horário impróprio a música que faria apologia às drogas.

“Pelo horário, deduz-se que, dentre os telespectadores, estejam considerável número de menores”, argumenta o deputado no documento.

Nas redes sociais, o deputado divulgou um vídeo onde indaga se Ludmilla é “cantora ou traficante”. “Ela precisa entender se quer ser cantora ou traficante. […]Então troca a maconha pela cocaína, vou cheirar mais um pouco e ninguém tem que se meter”, diz o deputado, finalizando que “aqui tem lei”. “Isso aqui é Brasil, não é Cuba”.

Na divulgação da música, Ludmilla aparece como uma das donas de uma plantação de alface e canta “eu fiz um pé lá no meu quintal, tô vendendo a grama vendinha a um real”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.