Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de setembro de 2019, 07h40

Deputado do Novo de MG faz insinuações sexuais contra assessora e a culpa por “aparentar fragilidade”

Os ataques sexistas foram enviados no dia 18 de agosto, após a assessora defender o feminismo em um debate. A comissão de ética do partido disse que vai investigar o deputado e poderá puni-lo

O deputado estadual Bartô, do Novo em MG. (Foto: Reprodução/Facebook)

O deputado estadual Bartô (Novo-MG) assediou a assessora política Marcela Trópia, que presta serviço ao parlamentar Guilherme Cunha (Novo), durante uma discussão em um grupo de WhatsApp do partido. “Conheço seu perfil de longe… Vc furou camisinha? É verdade isso?”, disse o parlamentar, fazendo insinuações de cunho sexual contra a assessora.

A comissão de ética do partido disse que vai investigar o deputado e poderá puni-lo. A expulsão da sigla também é uma possibilidade.

INSCREVA-SE para receber conteúdos exclusivos da entrevista do Rovai com o presidente Lula

“Parece que o pessoal acha que só pelo fato de não estar vendo o outro na internet pode falar qualquer coisa. Ali teve um excesso, infelizmente, por parte do Bartô. Por solicitação da Marcela, enviamos todo o material confidencial à comissão de ética partidária. É difícil eu falar qual sanção ele terá, pois quem julga é a comissão, e pode nem acontecer, mas existem possibilidades, desde expulsão a até mesmo nada concreto ocorrer. Depende da comissão”, disse Bernardo Ramos, presidente estadual do partido, a Matheus Muratori, do Estado de Minas.

Os ataques sexistas foram enviados no dia 18 de agosto, depois de Trópia defender o feminismo em um debate. Então, Bartô iniciou uma discussão no grupo sobre as supostas preferências esquerdistas da assessora, filiada ao Novo. “Estão questionando meu caráter, destruindo a moral de uma pessoa”, afirmou ela, que comunicou o fato às direções municipal e estadual do partido.

Em nota, Bartô chamou os ataques de “chumbo trocado” e disse que a assessora usa sua condição de mulher para “aparentar fragilidade”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum