Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
01 de outubro de 2019, 14h13

Deputado do PT é hostilizado e xingado em voo, quando avião pousa agressor é preso pela PF e chora como criança

Assista ao vídeo em que José Guimarães é xingado de ladrão que roubou 1 trilhão de reais, capitão cueca e outras coisas. E depois veja o da PF apreendendo o agressor

Foto: Reprodução

O deputado federal José Guimarães (PT) foi violentamente hostilizado durante voo com destino a Brasília, onde cumpriria agenda na Câmara dos Deputados nesta segunda-feira (30). O responsável pelos insultos estava sentado ao lado do deputado no avião e gravou o momento em que disparou agressões contra Zé Guimarães, chamando-o de “corrupto” e “capitão cueca”. Segundo testemunhas que estavam no aeroporto, o bolsominion chorou como criança e pediu desculpas ao ser conduzido pela polícia.

“Cadê o dinheiro que estava na cueca? Se defenda! Você não é bem-vindo em Brasília, não”, disse o agressor, enquanto o deputado aguentava os insultos sem se pronunciar. Na saída do avião, o homem foi conduzido à sede da Polícia Federal no aeroporto da capital federal.

Nas redes sociais, José Guimarães comentou nesta terça-feira (1) o episódio e disse que as ofensas disparadas contra ele tratam-se de fake news. “O vídeo em que fui covardemente agredido é repleto de fake news. Jamais fui preso e não estive envolvido quando um assessor foi pego com dinheiro no aeroporto de Congonhas em 2005″, disse o deputado no Twitter, depois de o vídeo vir à tona nas redes sociais. “Eu, inclusive, fui inocentado da acusação de improbidade administrativa, em 2012, pelo STJ”, completou.

Assim sendo, minha assessoria jurídica coletará todos os ataques virtuais que sofri, a fim de que as medidas cabíveis tomem forma. Produzir ou contribuir com a disseminação de fake news é crime!”, declarou.

Defesas

A liderança do PT na Câmara dos Deputados publicou um vídeo nesta terça como forma de prestar “esclarecimento à sociedade” com relação às fake news que foram disparadas contra o deputado. A narração do filmete resgata a história do suposto envolvimento de Zé Guimarães em improbidade administrativa, em caso que ocorreu em julho de 2005, quando um assessor do deputado foi preso no aeroporto de São Paulo. Após 7 meses de investigação, Guimarães foi absolvido por falta de provas de seu envolvimento no caso.

A CUT do Ceará também divulgou nota em apoio ao deputado, repudiando as agressões e dizendo que “tratam-se de mais uma manifestação de intolerância, ódio e violência da extrema-direita brasileira contra a esquerda”.

Confira os vídeos:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum