Diante das ameaças de Bolsonaro, apoio à democracia atinge recorde, diz Datafolha

Bolsonaro apoiou atos pedindo o fechamento de outros Poderes e insinuou o uso das Forças Armadas em seu favor

O apoio a democracia atingiu o maior índice da série histórica do Datafolha diante das ameaças do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ).

De acordo com levantamento feito pelo instituto, 75% dos entrevistados consideram o regime democrático o mais adequado, enquanto 10% afirmam que a ditadura é aceitável em algumas ocasiões.

No último levantamento sobre o assunto, feito em dezembro, 62% apoiavam a democracia e um número semelhante ao de agora, 12%, a ditadura.

A migração pró-democracia ocorreu entre aqueles para quem tanto faz o regime: o contingente caiu de 22% para 12%.

No período, houve um agravamento da crise no Brasil, com enfrentamento direto de Bolsonaro com o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.

Na ocasião, Bolsonaro apoiou atos pedindo o fechamento de outros Poderes e insinuou o uso das Forças Armadas em seu favor.

O Datafolha ouviu 2.016 pessoas nos dias 23 e 24, por telefone. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

O apoio atual à democracia é o maior desde 1989, quando o Datafolha começou a aferir o dado.

Com informações da Folha

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.