Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de abril de 2019, 07h35

Doria faz terrorismo e diz que sem reforma haverá “caos, impondo aos mais pobres a perda de empregos”

Doria ainda determinou guinada à direita do PSDB, dizendo que a sigla "pode e deve" ser mais liberal na economia

Doria usa camiseta Bolsodoria na campanha 2018 (Arquivo)

De olho na sucessão de Jair Bolsonaro (PSL), o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), fez terrorismo pela aprovação da reforma da Previdência em entrevista a Mônica Bergamo, na edição desta quarta-feira (4) da Folha de S.Paulo.

“A inflexão do Brasil será sem a reforma da Previdência e com a reforma da Previdência. Sem: caos econômico e social, impondo aos mais pobres a perda de empregos e o empobrecimento das ações sociais de municípios, estados e do governo federal. Ninguém escapa. Todos mergulharão no caos. Todos, sem exceção”, aterrorizou Doria.

Na entrevista, Doria falou que o PSDB deve se descolar de vez da “esquerda”, deixando de ser um partido de “centro-esquerda” para ser de “centro” e falou que tem conversado com Jair Bolsonaro. Em Israel, Bolsonaro disse que Doria quer marcar um jantar para sexta-feira (5), um dia após o capitão encontrar o ex-governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB).

Doria falou que o PSDB é “liberal na economia”, mas “pode e deve ser mais”.

“(O PSDB) Tem que ter capacidade de diálogo com a esquerda e com a direita, mas com sentimento liberal do ponto de vista econômico, apoiando a livre iniciativa, a desestatização. Para isso, não é preciso desrespeitar nem condenar o passado do PSDB. Agora, a interpretação de hoje é diferente daquela do passado. Por óbvio. O Brasil mudou, está em uma outra sintonia. O mundo mudou também. O partido tem que estar sintonizado com as perspectivas de hoje. O PSDB deverá deixar de ser um partido de centro-esquerda para ser de centro”, disse.

Leia a entrevista na íntegra.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum