Entrevista exclusiva com Lula
13 de novembro de 2019, 12h18

Eduardo Bolsonaro abre crise diplomática ao lançar campanha por golpe contra Maduro na Venezuela

Deputado atua ativamente nas redes sociais para sustentar que houve "justiça" e "troca de poder" na embaixada venezuelana em Brasília

Foto: Reprodução/YouTube

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) está ativo em suas redes sociais nesta quarta-feira (13). O filho do presidente atua através de vídeos e tuítes para mobilizar seus seguidores a defender a invasão de apoiadores de Juan Guaidó na embaixada venezuelana em Brasília e destituir o presidente Nicolás Maduro.

Depois de publicar vídeo com declarações do principal invasor – o chanceler de Guaidó, Tomás da Silva – Eduardo também publicou um vídeo seu, no YouTube, sustentando que funcionários da embaixada reconheceram Guaidó como presidente legítimo da Venezuela e que “entregaram” o local a seus apoiadores. No entanto, de acordo com relatos, invasores pularam o muro e ocuparam as instalações.

“De ontem para hoje, ocorreu uma troca de poder, e quem tá ocupando a embaixada neste exato momento é o diplomata de nome Tomás, que faz parte da equipe da embaixadora Maria Teresa Belandria”, disse o deputado, citando a advogada indicada por Guaidó a ocupar a embaixada, mas que nunca assumiu o cargo.

Em seguida, Eduardo diz que “petistas” estão na porta da embaixada pedindo a permanência no local de Manuel António Barroso, apoiador do presidente Nicolás Maduro. O deputado também afirma que os atuais funcionários do local reconhecem o governo de Maduro como legítimo, mas que agora foi feito “justiça”.

“Peço a vocês que apoiem de todas as maneiras essa legítima entrada de Tomás dentro da embaixada venezuelana. Se possível, subir a hashtag #ForaMaduro”, continuou.

Militância de Eduardo e invasão à embaixada acontecem no dia de abertura da 11.ª Cúpula do Brics, em Brasília, que reúne os líderes de Rússia, Índia, China e África do Sul, países que apoiam a permanência de Nicolás Maduro no poder.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum