Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de março de 2018, 15h32

Educadoras se encontram com Dilma e lançam “Enciclopédia do Golpe”

Evento promovido pela Apeoesp discute educação, resistência feminina e democracia, além de fazer desagravo à ex-presidenta e lançar livro que detalha papel da mídia no impeachment

O encontro contará com a presença de Dilma Rousseff e vai debater educação, direitos e democracia – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A ex-presidenta Dilma Rousseff é a convidada principal de um encontro, que tem como temas centrais educação, direitos e democracia, além de celebrar avanços alcançados pelas lutas das mulheres nos últimos anos. Segundo a Rede Brasil Atual, o evento promete debater o momento de resistência ao período de agressões a direitos sociais e trabalhistas por que passa o país, e que atingem, principalmente, a população feminina. A reunião, organizada pela Apeoesp, será realizada nesta quarta-feira (7), a partir das 18 horas, no Clube Homs, na Avenida Paulista, em São Paulo.

Além dos debates, o objetivo do encontro é manifestar apoio à ex-presidenta. A ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, também fará parte da mesa, ao lado de Dilma e da presidenta da Apeoesp, Maria Izabel de Azevedo Noronha, a Bebel.

Eleonora é autora de um dos 28 verbetes que compõem o livro “Enciclopédia do Golpe – O Papel da Mídia”. Seu texto aborda o viés misógino e machista do golpe de 2016. A obra é o segundo volume da Enciclopédia. O primeiro foi lançado em novembro, com vários artigos a respeito do desempenho do sistema de Justiça na deposição de Dilma. No segundo volume, especialistas em diferentes áreas de atuação, e especialistas em mídia, destrincham os métodos, técnicas e estratégias que fizeram dos donos dos meios de comunicação um dos alicerces fundamentais do golpe de 2016.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum