Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2017, 16h05

Ele não para: Temer comete nova gafe e confunde Paraguai com Portugal

São incontáveis as gafes do peemedebista, principalmente no que diz respeito às relações internacionais. Desta vez, em um almoço oferecido ao presidente do Paraguai, Temer falou da “integração latino-americana” através das relações Brasil-Portugal

Por Redação 

Michel Temer não para de passar vergonha com as gafes que comete, constantemente, quando lida com assuntos internacionais. Desta vez, o alvo de sua desatenção ou de seu raso conhecimento em geografia foi o presidente do Paraguai, Horacio Cartes. Em almoço oferecido ao chefe do executivo paraguaio nesta segunda-feira (21), Temer confundiu o país de seu convidado com Portugal. A fala se deu quando tratava da integração latino-americana.

“Na Constituição existe um dispositivo especial para que toda e qualquer política pública do país se volte à integração latino-americana de nações. Portanto, quando fazemos isso, fazemos pelo apreço que temos à relação Brasil e Portugal. Mas também fazemos por fruto de uma determinação constitucional”, afirmou.

Essa é apenas mais uma entre as inúmeras gafes cometidas pelo presidente. Em junho, durante viagem à Europa, chamou o rei da Noruega, Harald V, de “rei da Suécia”em sua declaração de despedida com  a primeira-ministra norueguesa, Erna Solberg. Na mesma sessão, também disse que iria visitar o “parlamento brasileiro”, não a casa legislativa norueguesa, compromisso agendado para mais tarde.

Antes dessa ocasião, Temer ainda havia chamado a Rússia de “República Socialista Federativa Soviética da Rússia”.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum