Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de julho de 2018, 13h42

Eleitor quer experiência, diz pesquisa da Ipsos

Pesquisa mostra que diminuiu a procura do eleitorado por candidatos novatos; instituto vê ‘decepção’ com a promessa do ‘novo’ na política nas eleições 2018

Levantamento feito pelo instituto Ipsos entre dezembro de 2017 e julho de 2018 indica que a ânsia dos eleitores brasileiros por uma novidade na campanha presidencial arrefeceu. Ao mesmo tempo, a experiência dos candidatos passou a ser mais valorizada nas eleição de 2018.

O Ipsos tentou traçar o perfil desejado pelos eleitores para o próximo presidente. Uma das questões avalia se seria preferível se ele ou ela fosse “alguém que é político há muitos anos” ou “um nome novo na política”. A preferência pelo político veterano subiu 11 pontos porcentuais no período, de 39% para 50%, enquanto as opções por um novato caíram de 52% para 44%.

Outra pergunta foi se os eleitores preferem um presidente “experiente” ou “íntegro e ético”. A opção pela experiência subiu de 31% para 41%, enquanto houve queda de 65% para 56% no quesito integridade.

Nos últimos meses, alguns nomes não ligados tradicionalmente ao mundo político fizeram movimentos e sondagens relacionados a uma possível candidatura presidencial nesta eleição. Entre eles, estão o apresentador de televisão Luciano Huck, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e o empresário Flávio Rocha, dono da rede de lojas Riachuelo.

Todos os presidenciáveis que devem participar das eleições seguem com taxas altas de reprovação. O que aparece em pior situação é Geraldo Alckmin (PSDB): 68%% desaprovam seu desempenho, contra 19% de aprovação. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue com a maior aprovação:  45%. Ele é desaprovado por 53%. Jair Bolsonaro (PSL), é aprovado por 23% e desaprovado por 60%.

Com informações do Estadão


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum