sábado, 19 set 2020
Publicidade

Em 68 dias de governo, Bolsonaro deu 82 declarações falsas ou distorcidas, aponta estudo

Nesta segunda-feira (11), um dia depois de Jair Bolsonaro divulgar mais uma fake news em suas redes sociais, desta vez sobre o áudio vazado de uma jornalista do Estadão, a agência de checagem Aos Fatos divulgou um levantamento que constata o alto grau de divulgação de informações falsas por parte do presidente.

De acordo com o estudo, em 68 dias de governo, Bolsonaro deu 82 declarações falsas ou distorcidas. Ao todo, de acordo com a agência, foram 149 declarações “passíveis de checagem”. A média de informações falsas ou com algum grau de erro disseminadas pelo capitão da reserva é de 1,4 por dia.

Leia também
Áudio fake vazado no Twitter: OAB e Abraji dizem que Bolsonaro usa poder para intimidar jornalistas

A agência informa ainda que os temas mais frequentes de fake news do presidente são economia, ideologia, ou o que Bolsonaro chama de “viés ideológico” e declarações a respeito de nomeações para a equipe de governo.

O levantamento tem como inspiração uma iniciativa do jornal estadunidense Washington Post, que mantém uma coluna de checagem sobre as declarações do presidente Donald Trump.

Confira a íntegra do estudo aqui.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.