quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Em delegacia, bolsonaristas fazem provocação oferecendo bolo a policiais pelo aniversário do Golpe

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que comemoraram o “aniversário” da ditadura miliar do Brasil, iniciada em 1964, cantaram parabéns, levaram bexigas e distribuíram bolo enquanto manifestantes contrários ao golpe registravam as agressões sofridas por apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) na Avenida Paulista, neste domingo (31), durante manifestações contrárias à celebração do golpe.

As provocações ocorreram no 78º Distrito Policial, nos Jardins, e foram registradas em fotos pela vereadora por São Paulo Juliana Cardoso (PT).

Em postagem no Facebook, ela conta que as comemorações eram dedicadas ao torturador Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra – que chefiou o DOI-CODI e é um dos ídolos do presidente da República.

“Além de sofrermos agressões físicas, os Bolsonaristas continuaram com provocações e ironias”, relatou Juliana.

Educadora e ativista dos Direitos Humanos, ela contou ainda que os “saudosos da ditadura” afrontaram a todos os presentes na delegacia, chegando a oferecer pedaços de bolo aos policiais.

“Para eles, falta consciência história e sobra descaramento. Disseminam mentiras e violência”, finalizou a vereadora, com as hashtags #ditaduranãosecomemora e #DitaduraNuncaMais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.