Fórum Educação
13 de Maio de 2020, 17h23

Em entrevista à CNN dos EUA, Mandetta detona Bolsonaro e prevê mais de mil mortes por dia no Brasil

Ex-ministro ainda chamou ida de Bolsonaro aos EUA de "viagem do corona" e disse que "a história vai mostrar quem estava certo"

Reprodução

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta concedeu nesta quarta-feira (13) uma entrevista à CNN dos Estados Unidos em que teceu duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro e a forma como o governo vem lidando com a pandemia do coronavírus no Brasil.

À Christiane Amanpour, principal âncora da emissora estadunidense, Mandetta disse que não sabia sobre os resultados de Covid-19 de Bolsoanaro, mas chamou a ida do presidente aos Estados Unidos, em março, de “corona trip” – em portguês, “viagem do corona”.

“O que eu sei é logo depois que ele fez uma viagem aos EUA, na qual todos eles jantaram com o presidente e o cara da comunicação voltou no avião com a doença. Das pessoas que viajaram com ele, 17 testaram positivo até 15 dias depois que ele chegou. Essa viagem foi uma viagem do coronavírus”, disparou.

Demitido do governo por defender as medidas de isolamento social, indo contra a narrativa de Bolsonaro, que minimiza a pandemia, Mandetta previu que, nos próximos dias, o Brasil deve passar a registrar pelo menos mil mortes em decorrência da Covid-19 diariamente.

“A história dirá quem estava certo e quem estava errado. Eu acho que os números falam por si”, declarou.

Mandetta também chamou a atenção para o fato de que, mesmo copiando Donald Trump em vários sentidos, o presidente brasileiro segue na contramão do mundo com relação às medidas de combate ao coronavírus.

“Infelizmente, ele é um dos poucos líderes mundiais que continua com esse posicionamento que a economia deve voltar a qualquer custo e que a perda de empregos será pior e que as pessoas deveriam se preocupar em como manter a economia ativa. Então é bem difícil dizer às pessoas que devemos que deixar a doença seguir seu curso natural e não nos expormos. O Trump ao menos voltou atrás”, afirmou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum