Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de setembro de 2018, 20h38

Em entrevista a Datena, Bolsonaro diz que mandou Mourão ficar quieto. “Vice não apita, mas atrapalha”

“Não quero acusar ninguém, mas o delegado que cuida do caso trabalhou por dois anos com o Fernando Pimentel (governador de Minas Gerais pelo PT)”, insinuou o militar

Foto: Reprodução/Band

Ainda internado no Hospital Albert Einstein, o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) recebeu o jornalista José Luiz Datena, da Band, para uma entrevista. Questionado sobre as declarações do vice sua chapa, general Mourão, que disse ser a favor da extinção do 13ª salário, Bolsonaro não mediu palavras: “Ele demonstrou desconhecimento da Constituição, pois agride o trabalhador. Falei para ele ficar quieto, parar de falar, porque estava atrapalhando. Vice não apita nada, mas atrapalha muito”.

Em relação à teoria da conspiração de que o atentado que sofreu teve motivação política, tese desmontada pelo Polícia Federal, Bolsonaro fez insinuações: “Não quero acusar ninguém, mas o delegado que cuida do caso trabalhou por dois anos com o Fernando Pimentel (governador de Minas Gerais pelo PT). Não quero fazer um pré-julgamento”, disse, para emendar em seguida: “O grande acerto do Centrão e do PT é o indulto para Lula”.

O militar voltou a defender a opinião de que as urnas eletrônicas não são confiáveis e diz que está pronto para o segundo turno. Contudo, revelou que, segundo ordens dos médicos, ele não deve ir para a rua antes do dia 10 de outubro. “Não pretendo descumprir recomendações médicas. Pelo menos em casa eu fico mais ativo nas redes sociais”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum