Fórumcast, o podcast da Fórum
25 de abril de 2019, 07h09

Em português sofrível, Bolsonaro defende Carlos de “perseguição infantil” de “certos veículos de informação”

Bolsonaro também comentou uma publicação do jornal O Globo na rede, que compartilhou uma reportagem sobre a dificuldade que ele tem em ler textos na TV. "O jornalismo de vocês está representando tudo que o Brasil não necessita atualmente! É lamentável"

Bolsonaro e o filho, Carlos, em gravação de vídeo - Foto: Reprodução/Flickr

Dividindo seu foco entre entre a aprovação do pacote de maldades da reforma da Previdência e a colocação de panos quentes no embate entre filhos e aliados contra o vice, general Hamilton Mourão (PRTB), Jair Bolsonaro (PSL) voltou às redes sociais na noite desta quarta-feira (24) para criticar a “perseguição infantil e sem sentido” que, segundo ele, “certos veículos de informação” promovem contra o 02, Carlos Bolsonaro (PSC/RJ).

“Jamais vi uma perseguição tão infantil e sem sentido por parte de certos ‘veículos de informação’ a uma pessoa constantemente mostrando este e outros exemplos banais. Ainda assim defendo a sagrada liberdade de imprensa e de expressão sempre acreditando no bom senso dos cidadãos (SIC)”, tuitou, ao compartilhar imagem de publicação do jornalista Guilherme Amado, da Época, de que o filho teria vetado acesso do pai às próprias redes sociais.

Dificuldade de ler textos
Bolsonaro também comentou uma publicação do jornal O Globo na rede, que compartilhou uma reportagem sobre a dificuldade do presidente em ler textos na TV.

“O jornalismo de vocês está representando tudo que o Brasil não necessita atualmente! É lamentável, mas junto dos brasileiros colocaremos o Brasil em patamares muito melhores que deixados por governos anteriores e adorados por esta emissora! Boa noite!”, tuitou Bolsonaro, demonstrando irritação.

A reportagem compartilhada pelo jornal diz que Bolsonaro queria fazer de improviso o pronunciamento em rede nacional de rádio e TV para agradecer Rodrigo Maia (DEM/RJ) ‘por comprometimento’ com a aprovação da reforma.

Segundo a reportagem, o presidente não gosta de fazer leitura no teleprompter, equipamento que exibe texto para ser lido diante das câmeras, e não lhe agrada o resultado quando não fala espontaneamente.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum