Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de fevereiro de 2020, 12h22

Empresa de chefe da Secom teve aditivo de 36% em contrato com igreja Universal

Repasse foi feito logo no primeiro mês de Wajngarten na secretaria

Fabio Wajngarten (Foto: Marcos Corrêa/PR)

A empresa do chefe da Secom, Fabio Wajngarten, mantém contrato com a Igreja Universal, do dono da Record, Edir Macedo. Um mês após o secretário assumir o cargo no governo Bolsonaro, a verba prevista no contrato da FW Comunicação com a igreja aumentou em 36%.

Assim como a Band, a Record é uma das emissoras privilegiadas com os maiores percentuais da verba publicitária da Secom na gestão de Wajngarten. Ambas as TVs também possuem contrato com a FW Comunicação.

Wajngarten foi nomeado em 12 de abril do ano passado. Pouco tempo depois, em maio, os repasses da igreja de Macedo à empresa do chefe da Secom saltou de R$ 25,6 mil para R$ 35 mil. De todos os 11 clientes, a Universal recebeu o montante maior. Os dados foram compartilhados pela Folha de S.Paulo.

O negócio, além de antiético, deveria ser ilegal. A legislação proíbe que integrantes da cúpula do governo mantenham transações comerciais com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões. A prática implica conflito de interesses e pode configurar ato de improbidade administrativa, demonstrado o benefício indevido. Entre as penalidades previstas está a demissão do agente público.

No entanto, o caso foi arquivado pela Comissão de Ética Pública da Presidência, após debate na terça-feira (18). O colegiado entendeu que não há conflito de interesses no fato de Wajngarten exercer a chefia da Secom ao mesmo tempo em que a FW recebe recursos de TVs e agências contratadas pela própria secretaria, ministérios e estatais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum