Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de julho de 2018, 08h00

Escolha de vice de Alckmin gera atrito com partidos de direita que decidiram apoiá-lo

Com a recusa do empresário Josué Alencar (PR) em aceitar o posto, o Centrão debate um Plano B para o vice de Geraldo Alckmin

Foto: Paulo Libert/Facebook

A escolha do nome para o vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) já causa atrito entre o PSDB e os partidos do chamado Centrão, os partidos de direita que decidiram apoiar o paulista na disputa pelo Planalto. Nesta sexta-feira (27), os líderes de PP, PR, DEM, Solidariedade e Pros se reúnem para avaliar um “plano B”. O plano A era a indicação do empresário Josué Alencar.

O líder do Dem, ACM Neto, já sinalizou a necessidade de “se debruçar sobre um nome” com a negativa de Alencar, após uma reunião na casa do senador Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP. Caso os partidos do Centrão não batam o martelo, podem levar opções para que Alckmin escolha seu vice. O tucano minimiza o problema e diz “que não há pressa”, pois a data-limite para definição da chapa é 4 de agosto, quando ocorre a Convenção Nacional do PSDB.

Josué Alencar foi indicado pelo Centrão para compor a chapa com Alckmin, mas declinou do posto e disse que o tucano “ficasse à vontade para escolher outro nome”. Com isso, o discurso de paciência não é consenso na aliança. Entre os nomes cogitados para o plano B, estão o deputado Mendonça Filho (DEM-PE), a senadora Ana Amélia (PP-RS) e o ex-ministro Aldo Rebelo (SD-SP).

A relação de Josué com o PT foi considerada uma razão para a desistência do empresário. Morto em 2011, José Alencar, pai de Josué, foi vice-presidente durante os dois governos de Luiz Inácio Lula da Silva. A ligação familiar gerou rumores de que o empresário fosse vice da candidatura petista. Lula foi um dos incentivadores da filiação de Josué ao PR.

Durante a quarta-feira (25), aliados de Alckmin comemoravam artigo publicado por Josué na Folha de S. Paulo. No texto, o empresário diz que o tucano reúne “todos requisitos para cumprir a complexa missão que se coloca”. No entanto, Josué enfrentou resistência de alguém importante para assumir a vice de Alckmin: sua mãe, Mariza Gomes, 83, viúva de José Alencar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum