Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de agosto de 2018, 12h51

Ex-coordenador de Doria enviou e-mail confirmando propina em dinheiro no caso Zelotes

Em mensagem eletrônica, descoberta pelo Ministério Público Federal, economista Roberto Giannetti da Fonseca revela entrega de valores que teria feito ao advogado Vladimir Spíndola

Foto: Agência Senado

O economista Roberto Giannetti da Fonseca, ex-coordenador da campanha de João Doria ao governo do Estado de São Paulo, continua se complicando em relação ao seu envolvimento em fraudes, que estão sendo apuradas pela Operação Zelotes. De acordo com reportagem de Fábio Serapião, em O Estado de S.Paulo, o Ministério Público Federal (MPF) descobriu um e-mail de Giannetti, no qual ele cita ter realizado entregas de valores em espécie ao advogado Vladimir Spíndola. A mensagem está inserida em um contexto em que o advogado cobrava do economista pagamentos relacionados à siderúrgica Paranapanema, antiga Caraíba.

Giannetti deixou a coordenação do plano de governo de João Doria depois de ser atingindo pela Zelotes. O e-mail do economista enviado ao advogado diz: “Caro, Vlad. vc sabe o tanto que eu estimo V. e toda sua família e equipe. Mas a sua insistência nesta cobrança me parece excessiva, mesmo que ela seja questionável. Se é verdade, e eu confirmo, que V. solicitou este recursos para pgto. do tal advogado ref-caso Caraiba, por que este valor não haveria de ser deduzido da parte fixa deste contrato?”, diz Gianetti.

Em seguida, ele indaga Spíndola: “E quanto aos outros valores que te entreguei em espécie sem nenhuma destinação específica, a título de ‘bônus’?? Nenhuma palavra?”. “Não vou discutir nem brigar com V. por conta de dinheiro, mas saiba que essa sua insistência de cobrar valores sem recordar de outros pagamentos que lhe fiz sem justificativa ao longo dos últimos 5 ou 6 anos me deixa extremamente decepcionado”, acrescenta Giannetti.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum