No rastro do óleo do Nordeste
08 de novembro de 2019, 21h05

Ex-governador, tucano Eduardo Azeredo deixa a prisão em Minas Gerais

A primeira condenação ocorreu em 2015; dois anos depois, ele foi condenado em segunda instância e este ano foi desfiliado do PSDB

Foto: Waldemir Rodrigues

Baseada na decisão do Supremo Tribunal Federal sobre as prisões em segunda instância, a Justiça mineira acatou o pedido dos advogados do ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB). No final da tarde desta sexta-feira (8), o ex-tucano deixou a sede do 1° Batalhão do Corpo de Bombeiros, onde estava detido.

A primeira condenação de Azeredo ocorreu em 2015. Dois anos depois, ele foi condenado em segunda instância. Este ano, ele foi desfiliado do PSDB a pedido do próprio Azeredo. Ele foi preso no processo do mensalão tucano.

“A execução da pena, como dito, é provisória. Ademais, durante toda a marcha processual, o seu direito à liberdade foi resguardado. Nesse contexto, a espécie encaixa-se perfeitamente aos limites do julgado pelo STF”, escreveu em seu despacho o juiz Marcelo Augusto Lucas Pereira.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum