Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de julho de 2019, 16h26

Família de Dallagnol se beneficiou de desapropriação ilegal de R$ 41 milhões, segundo Incra

Segundo o De Olho nos Ruralistas, a desapropriação ilegal de cerca de 37 mil hectares em Nova Bandeirantes (MT) rendeu R$ 41 milhões no total, sendo R$ 36,9 milhões apenas para familiares do procurador da Lava Jato

Deltan Dallagnol e seu pai, Agenor, que recebeu R$ 8,8 milhões em desapropriação | Foto: Reprodução/Facebook

Em maio, o presidente do conselho diretor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), general João Carlos de Jesus Corrêa, abriu procedimento para investigar irregularidades em desapropriação de imóveis da Fazenda Japuranã, em Nova Bandeirantes (MT). Entre os beneficiários da transação ilegal estão 14 parentes do procurador do Ministério Público Federal (MPF), Deltan Dallagnol.

De acordo com reportagem de Leonardo Fuhrmann e Alceu Castilho, do De Olho nos Ruralistas, a desapropriação ilegal de cerca de 37 mil hectares em Nova Bandeirantes rendeu R$ 41 milhões no total, sendo R$ 36,9 milhões apenas para familiares do procurador. A decisão envolve uma área declarada de interesse social para fins de reforma agrária, mas pode ter passado por procedimentos irregulares a fim de aumentar o rendimento dos Dallagnol.

Corrêa determinou a suspensão do pagamento e do processo por  “indícios de irregularidades nos atos praticados por servidores públicos”.  O presidente do Incra determinou “tornar insubsistentes todos os atos administrativos realizados após o ajuizamento das ações de desapropriação” dos imóveis de Japuranã e solicitou à Procuradoria Federal Especializada o peticionamento.

Confira os familiares do coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba que foram beneficiados:

Agenor Dallagnol -> Pai de Deltan. Mora em Curitiba. Recebeu R$ 8,8 milhões

Xavier Dallagnol -> Tio de Deltan, irmão de Agenor. É quem cuida da parte jurídica da face agropecuária da família. Mora e tem escritório em Cuiabá.

Leonar Dallagnol -> Tio de Deltan, irmão de Agenor. Conhecido na Gleba Japuranã como Tenente. É ele quem controla as terras da família na região.

Maria das Graças Prestes -> Mulher de Xavier, tia de Deltan. É o nome que encabeça a ação principal, com 25 interessados nas desapropriações. Recebeu R$ 1,6 milhão por uma desapropriação.

Ninagin Prestes Dallagnol -> Filha de Xavier e Maria das Graças, prima de Deltan. É a recordista em valor de desapropriação, com R$ 17 milhões. Advogada, trabalha no escritório do pai em Cuiabá.

Belchior Prestes Dallagnol -> Irmão de Ninagin. Recebeu R$ 9,5 milhões pela desapropriação.

Leia a reportagem completa no De Olho Nos Ruralistas aqui


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum