Fórumcast #20
20 de março de 2019, 08h59

Filha de Queiroz, personal trainer repassou ao pai 80% de seu salário como assessora de Jair Bolsonaro

Segundo novas informações do Coaf, Nathália Queiroz enviou ao pai R$ 29,6 mil do total de R$ 36,6 mil recebidos como assessora no gabinete de Jair Bolsonaro

Reportagem de Juliana Dal Piva, na edição desta quarta-feira (20) do jornal O Globo, revela que a personal trainer Nathália Melo de Queiroz, filha do motorista Fabrício de Queiroz, repassou ao pai o valor equivalente a 80% dos salários que recebeu como assessora parlamentar de Jair Bolsonaro (PSL) entre junho e novembro do ano passado, período em que o hoje presidente da República atuava como deputado federal e se encontrava em pré-campanha ao Planalto.

Queiroz é investigado por recolher parte dos vencimentos recebidos por servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), lotados no gabinete do então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro (PSL/RJ).

Em fevereiro, ele confirmou, por escrito, que funcionários devolviam parte do salário para ampliar a base eleitoral de seu assessorado.

No caso da nova movimentação financeira atípica – mais uma vez, identificada pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras ( Coaf ) e já apresentada ao Ministério Público do Rio de Janeiro -, o montante transferido por Nathália em favor do pai chegou a R$ 29,6 mil, do total de R$ 36,6 mil recebidos por ela pela Câmara.

Veja também:  Com Frota, PSDB de Doria já admite expulsar Aécio Neves do partido

Ao longo de 2016, quando era lotada na liderança do PP na Alerj, ela já havia repassado a Queiroz R$ 97,6 mil. Essa transição foi identificada quando o Coaf apontou a movimentação de R$ 1,2 milhão pelo motorista entre 2016 e 2017 – valor considerado incompatível com seus rendimentos profissionais.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum