Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de outubro de 2017, 15h52

Franquia de fast food anuncia vaga de trabalho por R$ 4,45 a hora

Anúncio pede funcionário em sistema “intermitente”, modalidade recém aprovada pela reforma trabalhista. Sem direito a vale refeição ou transporte, o ganho por um final de semana de trabalho é de R$ R$ 31,90, descontando quatro passagens de ônibus

Anúncio pede funcionário em sistema “intermitente”, modalidade recém aprovada pela reforma trabalhista. Sem direito a vale refeição ou transporte, o ganho por um final de semana de trabalho é de R$ R$ 31,90, descontando quatro passagens de ônibus

Por Julinho Bittencourt

O grupo Sá Cavalcante, que opera as franquias nas redes Bob’s, Balada Mix e Choe’s Gourmet da Grande Vitória, colocou, na última semana de outubro, anúncio em jornais pedindo funcionários para serviços apenas aos sábados e domingos, dias em que, segundo a empresa, há mais movimento e que é preciso pessoal extra.

A remuneração, de acordo com o anúncio, será efetuada por hora de trabalho. O grupo oferece R$ 4,45 por dia com jornada de cinco horas. O trabalhador que for contratado pelos dois dias terá uma remuneração de R$ 44,50.

A convocação da empresa está colocando em prática o que a reforma trabalhista, aprovada pela Câmara em abril, chama de “trabalho intermitente”. O dispositivo permite, em outras palavras, que o empresário convoque o trabalhador sempre que precisar, a qualquer tempo, desde que o avise com três dias de antecedência através de “qualquer meio de comunicação eficaz”.

O parágrafo 2º do artigo 457 da lei diz ainda que nem auxílio alimentação e nem diárias para viagens “não se incorporam ao contrato de trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário”.

Trocando em miúdos, uma passagem de ônibus em Vitória custa R$ 3,15. Nesses dois dias, este trabalhador vai precisar de quatro passagens, o que vai dar um valor de R$ 12,60. Do valor pago, vai sobrar para ele R$ 31,90.

A maior maldade do saco de maldades de Temer

Para o advogado, professor e especialista em direito previdenciário, Sérgio Pardal Freudenthal, o trabalho intermitente é “uma das maiores maldades do saco de maldades que foi a reforma trabalhista. Ele coloca o trabalhador completamente à disposição do empregador, como se fosse um embarcado à disposição do comandante”, disse. Ele acrescenta ainda que “no tempo que sobra, o trabalhador não pega outro trabalho, pois corre o risco de perder o anterior”.

Para Pardal, tudo isto faz parte de um projeto muito maior. “O Temer está dando a mão de obra brasileira de presente para os exportadores. Ele está vendendo tudo, desde as privatizações, a Amazônia, até a força de trabalho do brasileiro”, concluiu.

Grupo Sá Cavalcante

O Grupo Sá Cavalcante é um grande conglomerado empresarial com sede em Vila Velha (ES). Atua no mercado imobiliário, construção civil com prédios residenciais, shoppings centers e centros empresariais. É responsável também pela franquia de várias redes de fast food, além de várias empresas de comunicação, como a TV Capixaba, emissora de televisão, afiliada à Rede Bandeirantes; Metro Brasil, jornal impresso, edição Grande Vitória; Rádio Capixaba AM, emissora de rádio, (arrendada à Igreja Pentecostal Deus é Amor, retransmitindo a Rádio A Voz da Libertação) e a Rádio BandNews FM Espírito Santo, emissora de rádio que opera em 90,1 MHz, afiliada à Rede BandNews FM.

A Fórum tentou contato com o Grupo Sá Cavalcante e até o momento não conseguiu

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum