Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de março de 2019, 18h52

General que duvidou de tortura de Dilma é indicado por Damares para Comissão de Anistia

Luiz Eduardo Rocha Paiva, quando foi para a reserva, se transformou em um dos principais opositores públicos da Comissão Nacional da Verdade

Foto: Reprodução/TV Globo

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves indicou novos integrantes para a Comissão de Anistia. Um dos lembrados é o general da reserva do Exército Luiz Eduardo Rocha Paiva.

Em entrevista à jornalista Miriam Leitão, da Globo, em 2012, ele duvidou que a ex-presidenta Dilma Rousseff tenha sido torturada durante a ditadura militar.

“Sim, ela (Dilma) diz que foi submetida a torturas. A senhora tem certeza?”, questionou i general. “Eu não sei. A senhora quer ver uma coisa? Veja bem: quero um exemplo histórico de uma guerrilha revolucionária marxista, leninista, maoísta que não tenha usado violência, atentados terroristas e violado direitos humanos. Eu quero que me mostre um caso histórico de uma reação a essa esquerda revolucionária que tenha tido um desfecho tão pouco traumático como no Brasil. Porque na realidade, no Brasil, o governo e a oposição legal queriam a redemocratização do país. Então, no governo e na Arena era a redemocratização gradual e segura”, disse naquela oportunidade.

Opositor

Rocha Paiva foi comandante da Escola de Comando do Estado Maior do Exército e secretário-geral do Comando do Exército. Quando foi para a reserva, se transformou em um dos principais opositores públicos da Comissão Nacional da Verdade.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum