Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de janeiro de 2020, 19h10

Gleisi: Bolsonaro fala do fundo partidário, mas aceita os favores do dono da Havan

Deputada diz que Bolsonaro faz "vistas grossas" à sonegação de Luciano Hang

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
A presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), foi às redes sociais neste sábado (11) para criticar o discurso do presidente Jair Bolsonaro sobre o fundo partidário. Ele já havia dito, mais de uma vez, ser contra o “fundão” de R$ 2 bilhões. A deputada lembrou, no entanto, que o presidente conta com financiamento de diversas frentes polêmicas, como é o caso do dono das lojas Havan, Luciano Hang.
“Bolsonaro tem ajuda de cartórios, igrejas e quartéis para formar seu partido. Lá vem mais uma fake news e com certeza financiada com caixa 2 de seus amigos ricos, como na campanha. Fala do fundo partidário, mas aceita os favores do dono da Havan, fazendo vistas grossas para sua sonegação”, escreveu Hoffmann no Twitter.
Nesta sexta-feira (10), o presidente voltou a criticar o fundo eleitoral e fez campanha para que os brasileiros não votem em candidato que fez uso da verba em sua campanha. “Eu tenho um momento difícil lá frente que são os R$ 2 bilhões do fundão. Eu lanço a campanha aqui: não vote em parlamentar que usa o fundão”, disse o presidente durante evento em Santos, no litoral paulista.
Bolsonaro, no entanto, deve votar a favor do fundo partidário por medo de sofrer um impeachment, como ele mesmo já disse duas vezes. O presidente diz que um veto à medida poderia configurar em “crime de responsabilidade”.

Confira:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum