No rastro do óleo do Nordeste
15 de abril de 2019, 18h56

Governo Bolsonaro quer salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, sem aumento real

Proposta prevê que o valor será corrigido apenas pela inflação medida pelo Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC)

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro propôs que o valor do salário mínimo seja de R$ 1.040 a partir de 2020, um aumento de apenas R$ 42 em relação ao atual, que é de R$ 998. Isso significa que não haverá aumento real no ano que vem, ou seja, o índice não irá subir além da inflação.

O valor será corrigido apenas pela inflação medida pelo Índice Nacional do Preços ao Consumidor (INPC). O índice corrigido só pela inflação representa que será mantido o nível anterior, considerando a alta do custo de vida.

A medida representa uma alteração radical em relação ao modelo de reajuste do salário mínimo adotado por lei a partir de 2007, nos governos do PT. O modelo perdeu a validade em 1º de janeiro de 2019.

PIB

O antigo formato determinava que o aumento do mínimo levava em conta o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores, mais a inflação do ano anterior, medida pelo INPC. Este formato assegurava ganho real do mínimo sempre que houvesse crescimento da economia.

O governo divulgou, ainda, as projeções para o salário mínimo nos anos seguintes: R$ 1.082 em 2021 e R$ 1.123 em 2022.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum