Fórumcast #20
26 de janeiro de 2019, 10h53

Haddad diz que Bolsonaro só fala em afrouxar fiscalização ambiental: “veremos agora”

Haddad disse ainda que “o governo errou ao nomear para ministro do Meio Ambiente alguém cujas posições estão na contramão do que o país precisa”

Foto: Lula Marques

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou, em sua conta do Twitter, neste sábado (26), a respeito do rompimento da barragem de Brumadinho, que “Bolsonaro, até ontem, só fala em afrouxar a fiscalização e facilitar o licenciamento. Veremos agora”.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Haddad disse ainda que Bolsonaro “errou ao nomear para ministro do Meio Ambiente alguém cujas posições estão na contramão do que o país precisa”, disse.

“Má escolha: o governo errou ao nomear para ministro do Meio Ambiente alguém cujas posições estão na contramão do que o país precisa. Bolsonaro, até ontem, só fala em afrouxar a fiscalização e facilitar o licenciamento. Veremos agora.”

Veja também:  Técnico em enfermagem é afastado após agredir paciente em UPA de Londrina; veja vídeo

Em dezembro de 2018, o então candidato à presidência Jair Bolsonaro fez inúmeras críticas ao que chamou de “indústria da multa” ambiental, durante discurso transmitido pelas redes sociais. Ele afirmou que as multas são extorsivas, que iria acabar com o “capricho” dos fiscais do Ibama e que a licença ambiental atrapalha a execução de obras de infraestrutura, de acordo com informações da Folha de S.Paulo.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum