quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Jean Wyllys abre mão de prêmio de Direitos Humanos na Europa por Marielle e Raoni

O ex-deputado federal Jean Wyllys fez uma postagem nesta terça-feira (8) anunciando que abriu mão do Prêmio Sakharov, no qual foi indicado junto a Marielle Franco, brutalmente assassinada em março de 2018, pela bancada dos Verdes no Parlamento Europeu. Jean disse que tomou a medida com o objetivo de garantir que o cacique Raoni seja agraciado com a honraria junto de Marielle, in memoriam.

“Ao ver o que Bolsonaro fez com Raoni na conferência da ONU, imediatamente procurei a bancada dos Verdes do Parlamento Europeu, que haviam me indicado, junto com Marielle, ao Prêmio Sakharov e pedi que retirassem minha candidatura em favor dele. Os Verdes relutaram; queriam manter minha candidatura por causa da representatividade LGBTQ+, mas, ao fim, compreenderam minhas razões e atenderam ao meu pedido, retirando minha indicação e mantendo apenas a candidatura de Marielle Franco, agora junto com a de Raoni”, contou Wyllys.

Ele relata também que recebeu nesta terça-feira uma carta do ex-presidente Lula em apoio à candidatura conjunta dele com Marielle, e que ficou bastante emocionado. “Hoje soube, porém, e caí num choro de emoção por causa disso, que, sabendo de minha indicação ao prêmio junto com Marielle Franco, Lula escreveu, da prisão, uma carta em apoio à iniciativa. Vejam abaixo. Lula é admirável demais!”, disse.

O ex-congressista agredeceu aos apoios que recebeu desde a indicação, mas afirmou que agora fará campanha por Marielle e Raoni. “Estou feliz de agora poder fazer campanha para que Marielle Franco (em memória) e Raoni recebam o Prêmio Sakharov do Parlamento Europeu. Será uma bela resposta do mundo democrático e antirracista aos tiranos que ascenderam. Axé!”, finalizou.

Ao ver o que Bolsonaro fez com Raoni na conferência da ONU, imediatamente procurei a bancada dos Verdes do Parlamento…

Publicado por Jean Wyllys em Terça-feira, 8 de outubro de 2019

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.