Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de abril de 2019, 21h35

Joice Hasselmann leva invertida de Padilha no Twitter: “Vergonha alheia”

Deputado do PT tirou sarro da líder do governo, que ficou tirando selfies e garantindo nas redes que a reforma da Previdência seria votada nesta quarta-feira (17) na CCJ, o que não aconteceu

Reprodução

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, levou uma “invertida” do deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) após reagir a um post crítico do petista, nesta quarta-feira (17). Ao longo do dia, a parlamentar ficou fazendo transmissões ao vivo em suas redes sociais informando aos seus seguidores que “a turma da esquerda” não conseguiria atingir seus objetivos e que o relatório da reforma da Previdência seria votado hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Não foi, no entanto, o que aconteceu. O “centrão” e a oposição impuseram mais uma derrota à base governista e conseguiram adiar a votação, que deve acontecer somente na semana que vem. As possibilidades de o texto ser desidratado até chegar ao Plenário aumentam.

Padilha, então, provocou pelo Twitter. “Vergonhaaa alheia!! A Joice Hasselmann está tão focada no selfie e vira as costas para os deputados e deputadas. Perderaaammm ! Votação adiada”.

Hasselmann, por sua vez, rebateu dizendo que o país “tem vergonha” da esquerda e que Padilha e seus aliados teriam “medo” da “transparência”. “Faço LIVE SIM E CONTO PRO POVO O QUE ACONTECE SIM!!! Pode chorar à vontade, esquerdinha”, postou.

A “invertida” veio na tréplica de Padilha, que deixou a deputada governista, inclusive, sem resposta. “Quem queria classificar documentos públicos como super secretos foi o seu partido. Ah. mas vcs perderam essa tbém. Pra refrescar sua memória, foi o decreto 9.690”, respondeu o ex-ministro.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum