Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de julho de 2019, 08h16

Jornalista d’O Globo janta em mesa ao lado de Moro e Guedes: Bolsonaro em 2022 é parte do cardápio

"O candidato a 2022 vai ser o presidente (Bolsonaro). Você pode ficar quatro anos no ministério e vai depois para a iniciativa privada", disse Moro a Guedes

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Apesar de ter se apresentado no pleito de 2018 contrário à reeleição, a busca de um segundo mandato por Jair Bolsonaro em 2022 parece cada dia mais provável. Segundo a colunista Bela Megale, do O Globo, os ministros Sérgio Moro, da Justiça, e Paulo Guedes, da Economia, já tratam a candidatura como consolidada em apenas seis meses de governo. Ela se sentou em mesa ao lado dos dois no restaurante Avenida Paulista, em Brasília, nesta quinta-feira (25), e acompanhou cerca de 1 hora de conversa.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“As pessoas querem saber o que vai ser em 2022. O candidato a 2022 vai ser o presidente (Bolsonaro). Você pode ficar quatro anos no ministério e vai depois para a iniciativa privada”, disse Moro a Guedes em jantar, afirmando não ter pretensões políticas. O maior interesse de Moro é, certamente, garantir uma vaga no STF.

Os ministros também comentaram sobre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Guedes deu um conselho ao colega, que já entrou em atrito com Maia. “Se ele pegar o seu projeto e aprovar dizendo que é o do (ministro do Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, ó”, disse fazendo sinal de positivo.

Megale, que acompanhou cerca de uma hora de conversa, contou que Moro ainda criticou o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim. Segundo ele, Jobim lhe telefonou para “prestar solidariedade”, mas apareceu depois criticando a postura do ex-juiz federal na Vaza Jato.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum