Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de agosto de 2018, 07h51

Juíza retira Gleisi Hoffmann da defesa de Lula

Com a decisão, a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann será obrigada a respeitar o horário de visitas e ver Lula somente às quintas-feiras

Responsável pela execução da pena do ex-presidente Lula, a juíza Carolina Lebbos determinou que a senadora Gleisi Hoffmann (PT) não pode mais atuar como advogada de Lula. Com a decisão, a senadora e presidente nacional do PT será obrigada a respeitar o horário de visitas e ver Lula somente às quintas-feiras. O despacho de Lebbos também atingiu o tesoureiro do partido, Emídio de Souza.

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a juíza “argumenta que, segundo a lei, como membro do Legislativo, Gleisi não pode praticar a advocacia contra ou a favor de sociedades de economia mista – como é o caso da Petrobras.”

Carolina destaca que o crime pelo qual Lula foi condenado foi contra a administração pública e que há o dever de ressarcimento de danos à estatal. A magistrada pede que Lula devolva R$ 30 milhões à estatal. A juíza também voltou a negar pedidos da imprensa para entrevistar Lula.

Outro pedido da magistrada inclui esclarecimentos sobre a entrevista de Lula ao jornal italiano La Repubblica, atendendo requisição do Ministério Público Federal. Ela quer que as autoridades policiais responsáveis respondam se houve conhecimento da entrevista.

A juíza ainda pediu uma lista com a relação de todos que visitaram o ex-presidente, incluindo dia e a hora dos encontros.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum