Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de outubro de 2018, 21h22

Justiça de Goiás bloqueia bens do tucano Marconi Perillo no valor de R$ 7,6 milhões

Ex-governador do estado é indiciado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), que não conta mais com foro ptivilegiado, depois de ser preso pela Polícia Federal (PF) e solto em seguida, agora ele sofreu mais um revés. A Justiça de Goiás mandou bloquear bens do tucano e de um ex-secretário. Perillo foi indiciado em processo de por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O valor que deve ser bloqueado em contas bancárias, de acordo com informações de Vinicius Sassine, de O Globo, é de R$ 7,6 milhões.

A ação de improbidade contra Perillo detalha supostas irregularidades na edição de um decreto, em 2017, que aumentou em 25% o valor de diárias e de indenizações de transporte para governador, vice-governador e secretários de Estado. Segundo o MP, o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 2,54 milhões, que precisariam ser reparados ao erário.

A Justiça, ao conceder a liminar determinando o bloqueio de bens de Marconi e de seu ex-secretário João Furtado de Mendonça Neto, interpretou que o governo violou a Lei de Responsabilidade Fiscal. A suspeita é que o ex-governador de Goiás recebeu da Odebrecht R$ 2 milhões em 2010 e R$ 10 milhões em 2014, em troca de benefícios em obras da empreiteira no estado.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum